SQL Server – Escreva T-SQL como um Ninja utilizando o Redgate SQL Prompt

SQL Server – Escreva T-SQL como um Ninja utilizando o Redgate SQL Prompt
4 (80%) 8 votos

Olá pessoal!!
Como vocês estão? Prontos para atingir um novo patamar no que se refere a escrita de queries rapidamente e com qualidade ?

Neste post eu gostaria de comentar e dar minhas opiniões sobre uma ferramenta que já está há bastante tempo no mercado e que talvez muitos de vocês já conhecem ou ouviram falar, mas nunca chegaram a utilizar no dia a dia. Essa ferramenta é o SQL Prompt, da Redgate.

A proposta dessa conceituada ferramenta é uma promessa de códigos mais padronizados, facilidade e produtividade absurda na escrita de consultas T-SQL e agilidade na análise de queries. Será que essa ferramenta é isso mesmo?

Logo mais abaixo, vou falar pra vocês sobre a minha experiência utilizando o SQL Prompt o que isso mudou na minha vida. Esse relato não é de um cara que está usando a ferramenta a uma semana para testar, e sim de um cara que utiliza o SQL Prompt diariamente, no mínimo 8h por dia, há mais de 4 anos (desde a versão 5).

PS: Não estou recebendo NADA em troca desse post, podem acreditar.. rs.. Quero apenas divulgar o SQL Prompt para quem ainda não o conhece

Escreva menos, pense mais

Com diversos recursos que reduzem a quantidade de código que você precisa escrever (pois ele faz isso por você), você gastará menos tempo escrevendo query e mais tempo pensando em como agregar valor para o negócio.

Dentre os recursos que permitem ganhar produtividade de forma absurda e virar um ninja na escrita de queries, posso citar:

  • Snippets editáveis, que permitem utilizar atalhos no teclado para abreviar comandos
  • Posicione o mouse sobre um objeto e o SQL Prompt te mostra as definições e código-fonte (mesmo se for criptografado)
  • Aperte F12 sobre um objeto de programação (Stored Procedure, Function, etc) e o SQL Prompt já te direciona pra tela de alteração desse objeto
  • “Open in Excel” no Grid. Chega de ficar copiando e colando no Excel, alterando formatação de valores, etc
  • “Script as INSERT” no Grid. Quem nunca precisou gerar um INSERT baseado num resultset?
  • Sugestões de possíveis candidatos a colunas em JOINs (Baseado em FKs, tipos de dados e nomes de colunas)
  • Sugestões de parâmetros ao executar SP’s
  • Tab History: Já imaginou um repositório para recuperar e buscar strings em TODAS as queries que você já abriu no Management Studio desde que instalou o SQ Prompt? Fechou sem querer uma aba? Seu SSMS reiniciou sozinho ou seu PC desligou no meio daquela query de 1.000 linhas não salva? Seus problemas acabaram!
  • SELECT * (Tab) retorna o nome de todas as colunas das tabelas envolvidas no SELECT

Alguns exemplos de Produtividade:

DBA’s também erram. Mas o SQL Prompt, não

Embora o DBA seja um profissional com alto grau de atenção, conhecimento técnico e foco, infelizmente eles também erram, e um erro de um profissional desse grau de importância e criticidade para uma empresa pode ser fatal. Pensando em evitar erros por falta de atenção, o SQL Prompt identifica e alerta sobre possíveis erros que o DBA pode cometer nas tarefas do dia a dia.

Dentre os recursos para este fim que o SQL Prompt oferece, gostaria de destacar:

  • Alertas quando você tenta realizar um comando de TRUNCATE TABLE em uma tabela física
  • Alertas quando você tenta realizar um comando de UPDATE ou DELETE sem utilizar WHERE em uma tabela física
  • Permite definir o ambiente de cada instância e especifica uma cor para esses ambientes. Confie em mim, você terá muito mais atenção quando você estiver executando algum comando e a aba e a barra de status do seu SSMS estiverem na cor vermelha (produção).. Ah, e não vai executar achando que é o ambiente de desenvolvimento também.. rs

Alguns exemplos de Segurança:

Padronização de código: Sua equipe falando o mesmo idioma

Quem trabalha com programação, seja ela T-SQL, PL/SQL, PHP, C#, etc sabe muito bem o quanto identação, formatação e estilo de codificar diferentes dentro de uma equipe podem atrapalhar no desenvolvimento de um projeto quando ele é feito por mais de uma pessoa.

Pensando nisso, a Redgate reformulou totalmente suas ferramentas de formatação de código na versão 8, dando muito mais liberdade e permitindo várias novas personalizações. Com isso, sua equipe pode definir um padrão de formatação e todos podem utilizá-lo (sim, o SQL Prompt permite exportar/importar essas definições entre a equipe facilmente).

Pegou para dar manutenção aquele código legado, todo sem padrão, formatação e identação? Com apenas 1 clique o SQL Prompt vai formatar todo esse código de acordo com o padrão que a sua equipe está seguindo. Seja sincero, numa SP de 10.000 linhas, quanto tempo você demoraria para reformatar e identar tudo? Rs

O tempo onde cada desenvolvedor T-SQL da sua equipe formata suas procedures, funções e rotinas de um jeito diferente já acabou. Bem-vindo à padronização de código.

Alguns exemplos de padronização de código:

Extraia o máximo do Management Studio

Uma vez que você instala o SQL Prompt, vários outros recursos são incorporados ao seu SQL Server Management Studio, como o SQL Search, Tab History e outras ferramentas que facilitam e muito, o dia a dia do DBA e/ou desenvolvedor.

Separei no vídeo abaixo, alguns recursos que me ajudam muito no dia a dia e contribuem para manter a performance muito acima dos outros profissionais que não utilizam o SQL Prompt.

Alguns exemplos de novas ferramentas do SQL Prompt:

Documente os objetos do banco de dados

Um recurso que é extremamente útil e importante para o continuidade do negócio e compartilhamento de conhecimento dentro da área de banco de dados é a documentação. Pensando nisso, a Redgate inovou ao permitir que os tooltips dos objetos leiam as informações de extended property de databases, tabelas e colunas, permitindo que o DBA/Desenvolvedor tenha acesso à documentação desses objetos sem precisar ficar abrindo documentação. PRODUTIVIDADE.

Veja como isso funciona:

Você é gestor, coordenador ou exerce algum outro cargo de gestão e ainda está pensando se realmente vale a pena investir no SQL Prompt? Se a resposta é sim, você não deve ter assistido aos vídeos ou nunca escreveu uma query na vida.. O ganho de produtividade é absurdo para os profissionais que utilizam essa ferramenta e o investimento na aquisição da licença acaba sendo revertido em produtividade em poucos dias.

Dentro de algumas semanas, sua equipe estará desenvolvendo códigos padronizados, com mais segurança na hora de executar scripts em diversos ambientes e com uma velocidade de criação e qualidade de código muito superior ao que vocês tinham atualmente.

Vou repetir: Quem está escrevendo isso não ganhou NADA da Redgate, sou apenas um usuário diário da ferramenta, já a utilizando por 4 anos, e muito satisfeito com o resultado. Trabalho numa equipe com 23 analistas, onde TODOS utilizam o SQL Prompt e isso até nos mostrou um problema da ferramenta: Depois que você começa a utilizar, não dá mais pra ficar sem e voltar para o Intellisense do SSMS. Baixa produtividade e insatisfação são visíveis quando entra algum novo recurso na empresa (tem todo um processo interno para adquirir novas licenças e demora um pouco) ou quando alguém formata a máquina e precisa aguardar a instalação do SQL Prompt.

É isso aí, pessoal!
Espero que tenham gostado desse post. A ideia não é fazer propaganda do SQL Prompt e sim divulgar e compartilhar ainda mais o quanto sua equipe pode ganhar produtividade com um baixo investimento.

SQL, sql server, sql server 2008, sql server 2008 R2, Oracle, Oracle Database, Oracle 11g, Oracle 10g, Oracle 12c, MySQL, Firebird, Consultoria, Consultor, Programador, Programação. Desenvolvedor, Analista de Sistemas, DBA, Criação de website, Criação de Sistema Web, Vitória, Vila Velha, Guarapari, Espírito Santo, ES, Consultoria SQL em VItória, Treinamento, Curso, Prestação de serviço, prestar serviço, freelancer, freela, banco de dados, consultoria em banco de dados, consultor de banco de dados

3 Comments

Deixe uma resposta